Você já pensou em ter um espaço como o Cubo na sua cidade?
2015/06/10 19:07:39 +0000 | 4 minutos de leitura
[editar artigo]

Você já pensou em ter um espaço como o Cubo na sua cidade?

Quando li a notícia sobre o Cubo, projeto idealizado pela RedPoint e.ventures e Itaú Unibanco que vai inaugurar em São Paulo, fiquei super empolgado por dois motivos. O primeiro é o mesmo para a maioria de nós, fanáticos por startups. Porque é um projeto audacioso que pode gerar densidade e desenvolvimento exponencial para o ecossistema paulistano de startups, inovação, tecnologia e empreendedorismo digital. E eu tenho certeza que ele terá muito sucesso e trará ótimos frutos pra sociedade.

Fantastica-Casa-das-Startups-espelhada

Somos um espaço colaborativo e comunitário, onde todos os membros são donos e fazem a autogestão do espaço.

O Cubo e A Fantástica Casa das Startups

O segundo motivo é mais particular. Pra mim, que sou membro da Fantástica Casa das Startups em Curitiba, é uma confirmação de que estamos no caminho certo! Explico, a Fantástica Casa, apelidada carinhosamente de Beta, é uma casa que funciona de forma parecida com o Cubo. Inaugurada há 5 semanas apenas, possui espaço de coworking, convivência, reuniões, eventos (cabe até um Startup Weekend) e teremos em breve hospedagem no estilo “hostel”. Mas com uma diferença fundamental, somos um espaço colaborativo e comunitário, onde todos os membros são donos e fazem a autogestão do espaço.

Casa-das-Startups-destaque

coworking-fantastica-casa-de-startups

Aqui funciona assim, se você é empreendedor, investidor, designer, programador, já tem a tua startup ou está interessado em desenvolver uma, pode vir conhecer a Beta e pegar uma das últimas 5 das 60 vagas disponíveis na casa. O preço a pagar é decidido pelos próprios membros, levando em conta todas os custos e fontes de receita da Casa. Atualmente está em torno de 300 reais por pessoa, por mês.

cozinha-fantástica-casa-das-startups

Se você acredita que a tua cidade deveria ter um projeto com o do Cubo, você pode se juntar a outros empreendedores locais e criar o projeto de vocês, sem depender da iniciativa de grandes empresas ou fundos de investimentos.

Entre as outras fontes de receitas, temos recursos de patrocinadores, que foram primordiais para o lançamento do projeto. Especificamente a Fundação Ezute, que está bancando o equivalente aos móveis e reforma inicial e a Sul Internet, que está fornecendo gratuitamente um link de internet dedicado via fibra ótica, além de trabalhar com planos subsidiados de infraestrutura para as startups da Beta.

Então, minha recomendação é que se você acredita que a tua cidade deveria ter um projeto com o do Cubo, você pode se juntar a outros empreendedores locais e criar o projeto de vocês, sem depender da iniciativa de grandes empresas ou fundos de investimentos. Caso você queira saber um pouco mais sobre como foi o processo de criação, pode me mandar um e-mail no endereço b@gvbr.vc. Já o contato para saber mais sobre a Beta é oi@fantasticacasa.com.br e para ler mais sobre ela pode dar uma olhada neste ótimo artigo do Marcus.

Sem desculpas, só falta você botar a mão na massa pra desenvolver a comunidade que você faz parte! Boa sorte!

COMPARTILHE

Bernardo Quintão

login modal