Você sabe tudo sobre sua ideia de startup? Que pena!
[editar artigo]

Você sabe tudo sobre sua ideia de startup? Que pena!

Um dos maiores erros que um empreendedor pode cometer ao começar uma startup é acreditar que já sabe tudo a respeito da sua ideia de startup.

O que acontece é mais ou menos o seguinte:

O empreendedor tem uma ideia de negócio brilhante. Ele tem certeza que está resolvendo um problema para determinado público e que este público vai pagar por seu produto assim que ele for lançado. O sucesso é questão de tempo e só depende de ter um belo produto no mercado.
Este empreendedor tem plena convicção de tudo isso mas, em nenhum momento, chegou a “ir para rua” validar sua ideia com clientes e usuários reais. Após alguns meses ele lança o produto do mercado e….nada acontece. Tudo que ele tem é um produto que ninguém quer.

Você com certeza já ouviu alguma história parecida. Talvez já tenha até feito o papel do protagonista. (Afinal, quem nunca, não é mesmo?)

Aqui entre nós, isso é muito mais comum do que deveria...

Portanto, se você tem uma ideia de startup - ou se ainda não aprendeu esta lição - preste muita atenção no que vai ler agora.

Você sabe tudo sobre sua ideia de startup?

Acreditar saber tudo sobre sua ideia de startup e desenvolver um produto sem realizar validações de negócio com clientes e usuários reais pode gerar apenas 2 resultados:

#01. Você pode gastar todo seu tempo e seu dinheiro desenvolvendo o produto para, só depois, descobrir que ninguém quer o que você está oferecendo (ou não quer pagar por isso);

#02. Você pode estar realmente certo em tudo que pensou ou imaginou e sua startup se tornar um sucesso.
Não preciso nem dizer que a primeira opção é muito mais comum, preciso?

Mas então, o que fazer para que isso não aconteça com você?

A RESPOSTA É: TRANSFORME SUAS “CERTEZAS” EM DÚVIDAS

Por mais que você tenha plena convicção de que tem uma boa ideia em mãos, duvide disso!

Toda vez que você tiver “certeza” sobre alguma coisa referente a sua ideia de startup, duvide de você mesmo até você conseguir provar o que está dizendo.

E se for muito difícil para você cumprir este papel de “advogado do diabo”, delegue essa função para alguma outra pessoa que possa te ajudar. O objetivo é transformar tudo aquilo que você acredita sobre sua ideia em “hipóteses” e, depois, validar essas hipóteses para descobrir se elas são realmente verdadeiras ou se são falsas.

Durante esse processo você vai estar validando sua ideia de negócio. Só depois disso você deve desenvolver seu produto que, neste momento, será um produto realmente útil e viável.

Se você tem interesse em saber mais sobre como validar ideias de negócio, clique aqui para baixar o eBook que escrevi sobre o assunto.

Nele você vai encontrar algumas dicas e estratégias que vão ser bem úteis para você validar sua ideia e ainda vão evitar que você lance um produto que ninguém quer.

COMPARTILHE
Gustavo Gubert

Gustavo Gubert

Assessor de investimentos na GM Investimentos

Artigos relacionados

login modal