Home Dicas Como aprender conversando com meu usuário?

Como aprender conversando com meu usuário?

Como aprender conversando com meu usuário?
0

É muito comum vermos projetos novos ou em andamento que nunca chegaram a ter contato com a opinião de usuários do mundo real. Vemos frequentemente empresas e soluções tentando revolucionar o mercado e resolver problemas que vieram de insights mágicos mas que nunca foram validados de fato com quem realmente interessa.

Para você que já sabe o quando a experiência do usuário (o famoso UX Design) hoje em dia é essencial para o sucesso de qualquer solução (principalmente as interativas digitais) e quer agregar esse valor ao seu camarote, lembramos que o primeiro passo pra isso é conhecer o seu usuário!

Falamos em outros post aqui em nosso blog sobre o momento certo de investir em UX e já demos vários excelentes motivos para você fazer pesquisas com seus usuários.

Dessa vez, o objetivo é mostrar algumas dicas rápidas de como você pode conversar com seus potenciais clientes para validar recursos de seu produto ou ideia de maneira totalmente indolor! :)

1) Comece tendo uma ideia clara de quem realmente é ou será o seu usuário

Encontre pessoas representativas de quem usará o seu produto, não vale usar o amigo ou a mãe como usuários potenciais pois se eles não tiverem o perfil adequado irão ‘contaminar’ a sua pesquisa te levando a acreditar em premissas falsas.

2) Tente saber mais sobre essas pessoas e seus hábitos

Já tem listado uma mostra de usuários potenciais próximo à você? Converse com o máximo deles que puder em bate papos informais, se interesse, descubra como eles pensam, como acessam às informações e qual a sua relação com a tecnologia. Contar com esse repertório na hora de fazer seus projetos pode te ajudar a ter uma persona em mente, que irá te auxiliar a fazer soluções pensando nelas e em suas respectivas limitações

3) Questione e levante informações sobre o problema que você está resolvendo

Evite falar sobre a sua solução ou o que ela faz. Fale sobre o PROBLEMA, sobre a “dor” do seu usuário, descubra como as pessoas resolvem isso, como elas lidam com a situação, como se sentem, o que funciona ou não atualmente nesse contexto e com isso pense quais lacunas você pode explorar ou melhorar.

Um exemplo bacana é a linha de pensamento que o pessoal pratica para validar ideias em startups. Abaixo um trecho da apresentação que rolou no Startup Weekend Floripa, do Yuri Gitahy da Aceleradora, falando sobre questões que são bem úteis para puxar esse papo cabeça com usuários potenciais.

validacao-questoes

Confira a apresentação na íntegra > http://pt.slideshare.net/Aceleradora

4) Aprofunde o contexto e busque a raiz do problema

Uma boa é usar sem economia a técnica do “por quê” para aprofundar o seu entendimento sobre os problemas. Por exemplo: Eu não gosto de fazer compras / Por quê não? / Porque nunca lembro do que comprar / Por quê isso acontece? / Geralmente porque não tenho uma lista de compras em mãos > Por quê você não faz uma lista? / Porque tenho preguiça de escrever..

5) Identifique o “nível da dor” de seu cliente

Ok a sua ideia/solução pode ser ótima, mas é importante descobrir o quanto ela vai ser útil para as pessoas. Se o que você está fazendo não é tão importante, quem sabe explorando em uma conversa um pouco das ‘dores’ de seu cliente você não descobre um desdobramento incrível para essa sua solução atual? Ou melhor ainda, deixa de gastar energia tentando salvar o mundo desenvolvendo um milhão de features e passa a focar nos problemas mais gritantes de seu mercado?

grafico-nivel-dor-usuario

Como dica de mais conteúdo a respeito, o pessoal da Bizstart desenvolveu um ótimo ebook sobre como validar seu negócio com um guia bem prático de ferramentas e métodos que vale a pena conferir.

Convoque você também o seu usuário!

Colocando seu usuário na roda você pode descobrir muita informação valiosa. Qualquer esforço para entender as reais necessidades do mercado e das pessoas costuma refletir muito positivamente nos projetos. Dias ou meses de trabalho e ‘refação’ podem ser economizados quando você coloca o usuário no centro do processo o quanto antes. Experimente você também! ?

Quer entrevistar seus usuários, veja nesse infográfico algumas dicas de como deve ser conduzida uma entrevista:

material_educativo_capa-comoValidarMinhaStartUp02

Catarinas Design Trabalhamos com foco no design de interação criando soluções inteligentes para os clientes e experiências significativas para os usuários através de produtos através de produtos e serviços interativos como aplicativos, sistemas e sites.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *